Cada vez mais as empresas têm praticado o aluguel de servidor. Essa prática oferece uma série de benefícios: redução de custos, confiabilidade e disponibilidade dos dados, aceleração da produtividade, nenhuma preocupação com disponibilidade e manutenção etc.

Mas em que ocasiões as organizações costumam optar pela locação de servidores? É o que vamos responder ao longo deste artigo. Confira!

O que é aluguel de servidor?

Vamos começar relembrando que a prática de aluguel de servidor é uma revolução na forma como as empresas lidam com seus ativos tecnológicos. Ela inverte a lógica de criar e manter uma infraestrutura interna para a aquisição de recursos como serviços.

Em síntese, estamos falando de um sub-ramo do que se costuma chamar no mercado de “terceirização”. Em vez de comprar um servidor, o empreendimento busca no mercado um fornecedor especializado que faça a locação do equipamento. A partir disso, firma um contrato em que especifica quais são suas necessidades e negocia quanto será pago mensalmente.

Em quais ocasiões o aluguel de servidor é útil na sua empresa?

Da redução de custos operacionais à elevação do status do time de TI no negócio: veja, a seguir, quando o aluguel de servidores pode ser uma boa escolha para a sua empresa!

1. Quando o custo operacional está acima do ideal

Contar com uma grande infraestrutura de TI pode custar mais do que muitas médias e pequenas empresas podem pagar. Adquirir equipamentos e softwares e mantê-los internamente requer o dispêndio de capital, mas também exige a contratação de profissionais especializados, entre outras despesas.

Com o aluguel de servidores, grande parte do custo operacional do negócio é mitigada, uma vez que o valor pago mensalmente é menor. Além disso, todas as preocupações com manutenção, monitoramento, disponibilidade, tratamento de sobrecargas, entre outras, passam a ser do provedor do serviço.

2. Quando a gestão de ativos é complexa

Gerir os ativos da empresa costuma tornar os negócios mais complexos do que eles deveriam ser. É assim quando se fala da infraestrutura de TI. E isso também pode ser simplificado a partir do aluguel de servidor.

Em vez de se preocupar, por exemplo, com as constantes atualizações técnicas necessárias para manter os servidores sempre potentes para atender às crescentes demandas, a empresa apenas paga para receber os recursos.

3. Quando não há capital ou limite de crédito disponível

Empresas existem para maximizar resultados. Para isso, elas precisam sempre reduzir custos e aumentar os lucros. Com orçamentos sempre no limiar, fazer o uso do capital disponível ou emprestar dinheiro para adquirir o que pode ser contratado como um serviço não é a melhor escolha.

Também nesse sentido, os gestores de TI e os executivos de negócios que querem potencializar seus recursos tecnológicos têm feito o uso do aluguel de servidores. Dessa forma, conseguem utilizar o capital no que é mais importante e urgente: o próprio core business.

4. Quando há necessidade de escalabilidade tecnológica

Outra ocasião em que o aluguel de servidor é indicado é na questão da escalabilidade. Como os negócios tendem a crescer com mais rapidez quando inserem a tecnologia em seus processos, é natural que seja necessário implementar mais capacidade de armazenamento e de processamento de dados.

Se a empresa opta pela aquisição de seus servidores, ela terá que lidar com mais demandas ao longo do tempo. Por outro lado, se o aluguel é a prática eleita, basta reajustar o contrato com o servidor toda vez que se mostrar necessário fazer upgrade das capacidades.

Isso muda tudo na lógica dos investimentos. Afinal, a sensação de ter comprado além ou aquém do ideal desaparece. Só o estritamente necessário é contratado, como um serviço, o que ajuda a ter mais previsibilidade de retornos e dá mais flexibilidade nas negociações com os fornecedores.

5. Quando a empresa precisa de mais recursos para ocasiões específicas

O aluguel de servidores também é indicado nos casos em que a empresa tem um evento específico que vai demandar mais capacidade de transmissão de dados, por exemplo. Algumas situações, como uma semana de conferência de vendas, acabam exigindo mais recursos.

Nessas ocasiões, em vez de comprar, é possível alugar e pagar somente pelo tempo e pela capacidade. Isso facilita na inovação em eventos e em projetos específicos, uma vez que é possível fazer mais com menos dinheiro.

6. Quando é necessário diminuir despesas sem perder capacidade tecnológica

Quando a empresa precisa fazer ajustes financeiros e isso implica otimizar ou reduzir os custos, o aluguel de servidor também pode ajudar. O grande receio dos profissionais de TI é não conseguir otimizar suas potencialidades por falta de investimentos.

Nesse sentido, em vez de retroceder na estratégia tecnológica, o empreendimento só modifica a modalidade de obtenção e uso dos servidores, o que ajuda a reduzir o montante de dinheiro investido e, ao mesmo tempo, evita que a qualidade já obtida seja perdida — ou que a qualidade ideal não seja implementada.

7. Quando a TI quer ter uma atuação mais estratégica

O aluguel de servidor é também uma alternativa para aqueles negócios que estão passando pela transformação digital.

Muitas vezes, há um certo “conservadorismo” no corpo diretivo do negócio e os gestores de TI precisam demonstrar resultados na prática para obterem mais investimentos. Alugar “assusta” menos do que adquirir.

A lógica é outra. Os gestores passam de mantenedores de um produto a contratantes de um serviço, o que os liberta de rotinas burocráticas. A TI, em vez de ocupar seu tempo com detalhes técnicos, pode enfim ter uma atuação mais analítica e estratégica.

Como você viu, alugar servidores traz diversos benefícios para o negócio como um todo e também para os times de TI, hoje tão demandados a superarem desafios com o uso de recursos modernos. Obviamente, essa prática requer uma nova visão na forma como as empresas lidam com seus ativos. Ela exige uma ótica mais focada nos resultados em si do que no senso de propriedade.

Essa é uma mudança de cultura organizacional que só acontece depois de muito diálogo e conhecimento. Uma maneira de superar esse desafio é encontrar fornecedores confiáveis, com boa reputação no mercado e verificar os resultados obtidos pelas empresas que já trabalham com seus servidores alugados.

Que tal, você já havia pensado no aluguel de servidor por alguma das óticas apresentadas nesse texto? Gostaria de saber sobre outros fatores que podem ajudar seu negócio? Leia agora: Compra ou locação de hardware? Qual a melhor opção para a sua empresa?