virtualização de servidores

A virtualização de servidores está rapidamente se tornando o modelo de implantação preferido para data centers corporativos, à medida que as empresas procuram aproveitar os benefícios do gerenciamento de servidores em nível de software.

Mudar para a virtualização significa que as cargas de trabalho que acontecem nos servidores não estão vinculadas a uma peça específica de hardware físico e que várias cargas de trabalho virtuais podem ocorrer simultaneamente na mesma peça de máquina.

Os benefícios imediatos da virtualização incluem maiores taxas de utilização de servidores no data center e menores custos, mas também há vantagens sofisticadas. Quer entender um pouco mais sobre essa tecnologia? Acompanhe o artigo!

virtualização de servidores

O que é virtualização de servidores?

A virtualização de servidores é uma técnica de virtualização que envolve o particionamento de um servidor físico em vários servidores virtuais pequenos com a ajuda do software de virtualização. Nessa metodologia, cada servidor virtual executa várias instâncias do sistema operacional ao mesmo tempo.

Centros de dados corporativos típicos contêm grande número de servidores. Muitos desses servidores ficam inativos, pois a carga de trabalho é distribuída apenas para alguns dos servidores na rede. Isso resulta em desperdício de recursos caros de hardware, energia, manutenção e requisitos de resfriamento.

A virtualização de servidores tenta aumentar a utilização de recursos particionando servidores físicos em vários servidores virtuais múltiplos, cada um executando seu próprio sistema operacional e aplicativos. Ela faz com que cada servidor virtual pareça e aja como um servidor físico, multiplicando a capacidade de cada máquina física.

O conceito de virtualização de servidores é amplamente aplicado na infraestrutura de TI como forma de minimizar os custos, aumentando a utilização dos recursos existentes. A virtualização de servidores, geralmente, é uma boa solução para aplicativos de pequena e média escala. Essa tecnologia é amplamente usada para fornecer serviços de hospedagem na web de baixo custo.

Quais as diferenças entre virtualização e computação em nuvem?

À primeira vista, a virtualização e a computação em nuvem podem parecer coisas semelhantes, mas cada qual tem uma definição mais ampla que pode ser aplicada a muitos tipos diferentes de sistemas. Tanto a virtualização quanto a computação em nuvem são geralmente virtuais, no sentido de que elas dependem de modelos e princípios semelhantes. No entanto, a computação em nuvem e a virtualização são inerentemente diferentes.

A virtualização é simplesmente a substituição de algum componente físico por um virtual. Dentro dessa definição ampla, há tipos específicos de virtualização, como dispositivos virtuais de armazenamento, máquinas virtuais, sistemas operacionais virtuais e componentes de rede virtual para a virtualização de rede.

Virtualização significa apenas que alguém construiu um modelo para algo, como uma máquina ou servidor, em código, criando uma função de programa de software que age como o que está modelando. Por exemplo, um servidor virtual envia e recebe sinais exatamente como um servidor físico, mesmo que não tenha seus próprios circuitos e outros componentes físicos.

A virtualização de rede é o tipo mais próximo de virtualização para os tipos de configurações conhecidas como computação em nuvem. Na virtualização de rede, os servidores individuais e outros componentes são substituídos por identificadores lógicos, em vez de peças de hardware físico.

Por exemplo, uma máquina virtual é uma representação de software de um computador, em vez de um computador real. A virtualização de rede é usada para testar ambientes, bem como a implementação de rede real.

A computação em nuvem, por outro lado, é um tipo específico de configuração de TI que envolve vários computadores ou peças de hardware que enviam dados por meio de uma rede sem fio ou conectada por IP. Na maioria dos casos, os ambientes de computação em nuvem envolvem o envio de dados inseridos para locais remotos por meio de uma trajetória de rede algo abstrata, conhecida como “nuvem”.

Locação de notebooks, computadores e smartphones - Afinal, o que é virtualização de servidores e quais seus benefícios?Powered by Rock Convert

Em suma, a computação em nuvem é uma referência a tipos específicos de configurações de rede fornecidas pelo fornecedor, em que a virtualização é o processo mais geral de substituir dispositivos e controles tangíveis por um sistema em que o software gerencia mais processos da rede.

Quais os principais benefícios dessa tecnologia?

A virtualização de servidores provou ser uma solução revolucionária de tecnologia para gerenciamento de TI, apresentando recursos que nunca seriam possíveis em uma infraestrutura física. Em uma posição econômica, os benefícios da virtualização de servidores estão concentrados na redução de custos, pois permitem que vários aplicativos sejam instalados em um único servidor físico.

Então, como exatamente a sua empresa pode se beneficiar de uma infraestrutura virtual? Vamos dar uma olhada nas cinco principais formas:

1. Custos de hardware reduzidos

Diz-se que os seres humanos, teoricamente, usam apenas 10% de seu comando cerebral. A maioria dos servidores em um ambiente estritamente físico é muito subutilizada, usando cerca de 5% a 15% de sua capacidade.

Quando você implementa uma abordagem de servidor virtualizado, a utilização de hardware é aumentada porque um servidor físico pode agora conter várias máquinas virtuais. Os aplicativos não precisam mais de seu próprio servidor, porque cada máquina virtual no servidor físico agora os executa.

2. Fornecimento e implantação de servidor mais rápidos

A virtualização de servidores permite o provisionamento e a implantação do sistema em minutos, permitindo clonar uma máquina virtual existente sem as horas e os custos normalmente gastos na instalação de um novo servidor físico.

As empresas com ambientes virtuais já olham para trás e se encolhem com o processo exaustivo de preencher um pedido de compra, esperando a chegada do servidor e, em seguida, aguardando que o sistema operacional e os aplicativos terminem a instalação.

Tempo e custo se somam substancialmente, sem mencionar o crescente número de racks e cabos que você teria que comprar para acomodar o crescente número de servidores físicos. A virtualização do centro de dados é certamente necessária para que a maioria das empresas acompanhe a explosão dos recursos de dados necessários para acompanhar os concorrentes.

3. Recuperação de desastres aprimorada

Talvez o maior benefício da virtualização de servidores seja a capacidade de mover uma máquina virtual de um servidor para outro com rapidez e segurança. O backup de dados críticos é feito de maneira rápida e eficaz, pois sua empresa pode criar um site de replicação sem esforço. A maioria das plataformas de virtualização empresarial contém software que ajuda a automatizar o failover durante um desastre.

O software também permite que você teste um failover de recuperação após desastres — pense nele como o plano de escape de seu próprio centro de dados. Se ocorrer um desastre no data center, a sua infraestrutura já estará configurada para tomar as medidas apropriadas para uma recuperação rápida e segura. Tente conseguir isso com matrizes de servidores físicos — isso é um verdadeiro desastre.

4. Economia significativa de custos de energia

Entre outros benefícios de virtualização de servidores, a migração de servidores físicos para máquinas virtuais permite consolidá-los em menos servidores físicos.

Resultado: os custos de resfriamento e energia são reduzidos consideravelmente, o que significa que você não apenas terá os custos reduzidos, mas também terá mais recursos para gastar em outro lugar.

5. Maior produtividade

Ter menos servidores físicos significa que há menos deles para manter e gerenciar. Conforme mencionamos no segundo benefício, os aplicativos que costumavam levar dias ou semanas para provisionar agora são feitos em minutos. Isso deixa a equipe de TI com mais tempo para gastar em tarefas mais produtivas, como impulsionar novas iniciativas de negócios, cortar despesas e aumentar a receita.

Resumindo, a virtualização de servidores traz transformações positivas, como redução de custos de hardware, melhor provisionamento e implantação de servidores, melhores soluções de recuperação de desastres, uso eficiente e econômico de energia e maior produtividade da equipe.

Quer ficar por dentro deste e de outros assuntos ligados a gestão e tecnologia? Assine a nossa newsletter e passe a receber nossas publicações diretamente no seu e-mail.