Nem mesmo a crise foi capaz de conter os investimentos em tecnologia da informação. Uma pesquisa recente elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostrou que os gastos em automação se mantiveram estáveis, na proporção de 7,6% da receita das empresas, mesmo no auge da crise econômica que assolou o mercado.

Parece que o nosso empresariado amadureceu e já entende que tecnologia não é um custo, mas um investimento. No final das contas é possível perceber o Return On Investiment (ROI) como em qualquer outro tipo de aplicação financeira, o que torna a estratégia indispensável para qualquer tipo de organização.

A automação de processos é importante para levantarmos dados para o planejamento estratégico, é verdade. Acontece que, no campo operacional, ela é ainda mais vital, pois garante o crescimento escalável do negócio, a diminuição de custos e, o que é melhor, a produtividade na empresa.

No post de hoje, resolvemos discorrer um pouco mais sobre a importância da tecnologia na automação de processos operacionais de um negócio. Além disso, você confere alguns passos necessários para que consiga consolidar esse recurso na sua empresa sem maiores problemas. Confira!

Afinal, quais são os benefícios de aplicar a automação de processos?

Certamente, a automação de processos para trabalhos operacionais é uma alternativa que pode trazer inúmeros benefícios para uma organização. Afinal, o campo operacional, apesar de estar intimamente ligado à atividade-fim do negócio, é capaz de gerar muitas despesas. Quando sobrecarregado, significa o fim da produtividade e da qualidade.

Resolvemos trazer alguns dos principais benefícios de se contar com a automação nesse tipo de trabalho. Vamos conferir cada um deles?

Garanta a escalabilidade

O primeiro grande benefício da automação de processos para trabalhos operacionais é o fato de que você garante a escalabilidade do negócio. Sem a tecnologia, o crescimento muitas vezes se torna insustentável, representando aumento de custos, a redução da qualidade e a dificuldade para atender as demandas.

Reduza os custos

Não é novidade: processos manuais são muito mais custosos do que os automatizados. Afinal, para realizá-los, é preciso contar com mão de obra qualificada, o que significa custos com a contratação, demissão e os treinamentos de cada um dos colaboradores. Além disso, processos manuais podem apresentar falhas que levam a desperdícios.

Elimine os gargalos de produção

Desperdício de recursos, improdutividade, perdas contábeis e retrabalho. Esses são as principais mazelas dos gargalos de produção. Claro, você pode eliminar esse tipo de problema com a automação, afinal, é uma forma de otimizar processos e diminuir a margem para erros na empresa.

Melhore a produtividade

Para fechar, quando pensamos em processos operacionais, automaticamente devemos lembrar da produtividade. Essa é, certamente, uma das grandes vantagens de se investir na tecnologia, pois é só dessa forma que garantimos uma empresa mais clean, capaz de entregar mais sem perder em qualidade.

Como aplicar a automação em processos operacionais?

Agora vamos para a parte prática. O que deve ser feito para que a automação de processos operacionais seja um sucesso em uma empresa? Algumas etapas simples precisam ser concluídas para que a transição ocorra da melhor forma possível. Assim, os colaboradores e gestores podem a assimilar as ferramentas com mais naturalidade.

Agora, é chegado o momento de conferir quais etapas são importantes durante o processo de implementação. Acompanhe.

Desenvolva um novo planejamento estratégico

O planejamento estratégico serve para nortearmos a empresa, portanto, dificilmente deve ser modificado. Acontece que, com a implementação de novos sistemas para a automação de processos, é fundamental definir quais serão os planos de ação, as métricas utilizadas e os novos objetivos da organização.

Por isso, o primeiro passo é sempre reunir gestores e gerentes para que seja definido um novo planejamento estratégico para o negócio, levando em consideração as mudanças nos processos. É nesse momento, inclusive, que devemos rever as políticas da empresa, conforme veremos.

Modifique as políticas da empresa

Com a implementação de ferramentas de automação, é fundamental que as políticas de governabilidade, gestão e de segurança digital sejam revisadas, pois deverão se adequar ao novo ambiente de trabalho, garantido pelo novo sistema interno. Afinal, as rotinas vão mudar e é preciso um novo olhar sobre esses tópicos.

É só dessa forma que é possível evitar erros durante o processo de implementação e, o que é ainda mais importante, garantir que as operações continuem alinhadas com as normas de compliance. Esse ponto é fundamental, portanto, para que sua empresa mantenha o seu padrão de qualidade.

Centralize os dados do negócio

Para que a implementação seja um sucesso o gestor deve centralizar os dados do negócio. Afinal, os sistemas servem justamente para que a integração seja possível, o que refletirá não só na tomada de decisão, mas também nos trabalhos operacionais da empresa.

Essa centralização deve ocorrer antes mesmo dos sistemas começarem a funcionar, uma vez que o banco de dados precisa ser transferido para a nova tecnologia. Agora, ela passará a cuidar de todas as informações. Por isso, colete dados de todos os departamentos do negócio, do marketing ao RH.

Realize treinamentos internos

Realizar treinamentos também é indispensável na hora de adotar uma nova tecnologia. Afinal, os colaboradores precisam saber como os sistemas vão funcionar e a gestão entender como funcionará a coleta e análise de dados para melhorar a tomada de decisão durante os planejamentos futuros..

Nesse momento, é importante que a empresa prestadora do serviço tenha participação ativa, afinal, ela deve orientar não só as equipes, mas a própria gestão, em relação às novas aplicações. No caso, o melhor tipo de qualificação a ser aplicada é o treinamento técnico, que vista a transmissão do conhecimento em relação à novas tecnologias.

Para fechar, novamente reforçamos a importância de automação em todos os processos operacionais, uma vez que essa é a melhor maneira para garantir a escalabilidade do negócio e a produtividade diante de um mercado cada vez mais competitivo. Esperamos que, com essas dicas, nossos leitores consigam revolucionar suas empresas.

Gostou do post? Então, que tal conferir o nosso outro material com dicas sobre como como diminuir a burocracia nos processos de TI?