Nos últimos anos, a proliferação das startups consolidou o entendimento de que, para que uma empresa seja capaz de crescer rapidamente e não perca suas qualidades únicas, é preciso encontrar uma maneira de escalar o negócio. Mas, afinal, como você pode adaptar esse conceito e promover a escalabilidade em TI?

Neste artigo, você vai ver como preparar a sua estrutura de TI para expandir a empresa. Vamos mostrar as vantagens da escalabilidade dos serviços, com dicas para você implantar esses processos da melhor maneira possível. E aí, ficou interessado? Então, continue com a gente e siga a leitura!

O conceito de escalabilidade

O avanço tecnológico das últimas décadas mostrou que o caminho para uma empresa ser bem-sucedida não se limitava ao crescimento: tinha muito a ver com a escala. Empresas como Google, PayPal e eBay aprenderam a criar modelos de negócios que se expandiam facilmente e geravam receitas maciças sem adicionar grandes custos ao longo do caminho — e, com isso, elas dominaram o mercado.

Em um negócio, crescer significa que você está adicionando recursos na mesma proporção em que adiciona receita. É o modelo clássico ao qual estávamos acostumados: a empresa ganha um cliente, contrata mais pessoas para atendê-lo e adiciona receitas na medida exata em que surgem mais custos. Enquanto, tecnicamente, há um crescimento, não há um ganho de escala.

Escalar, por outro lado, diz respeito à adição de receita em uma taxa exponencial, enquanto os recursos são adicionados em um patamar incremental. O Google demonstrou claramente esse conceito quando conquistou clientes em um ritmo muito rápido, ao mesmo tempo em que empregava pouquíssimos recursos adicionais para atendê-los. Foi assim que eles conseguiram aumentar rapidamente sua margem, em apenas alguns anos.

Empresas que não conseguem trabalhar com o aumento repentino de seus clientes — ou das necessidades deles — desperdiçam grandes oportunidades de negócios e ainda correm o risco de perdê-los para os concorrentes. Assim, antes de considerar o crescimento da demanda, é preciso pensar em soluções escaláveis.

Os benefícios de se escalar os serviços

Toda empresa — especialmente se for do setor de TI — pode empregar as mesmas estratégias em seus modelos de negócios e aproveitar os benefícios de uma maior escalabilidade. A chave é reconhecer o que as organizações vencedoras têm feito para criar modelos escaláveis ​​que atingem grandes proporções, em vez de apostar em estratégias de crescimento que apenas adicionam tamanho.

A seguir, listamos as três principais vantagens de se escalar a sua estrutura antes de pensar em crescer. Confira!

Otimização do tempo

Sem dúvida, o ganho de tempo é o maior benefício da escalabilidade. Ao automatizar sua produção e desburocratizar os seus processos, sua empresa consegue fazer muito mais em bem menos tempo.

Uso estratégico da equipe de TI

O ganho de escalabilidade também permite alocar colaboradores operacionais em posições mais estratégicas, contribuindo para a inovação e um melhor ambiente de trabalho na empresa.

Maior capacidade de adaptação

O ganho de escala permite ajustar suas estratégias rapidamente, o que é uma vantagem e tanto frente às grandes empresas que não contam com tal flexibilidade.

Como aplicar a escalabilidade à sua estrutura de TI

Para aplicar esse modelo de escalabilidade em TI, você precisa identificar os aspectos do seu negócio que podem ser replicados rapidamente e com baixo custo. O objetivo é fazer com que a próxima venda da sua empresa leve sempre bem menos tempo e esforço do que a venda anterior.

Pense em como automatizar a entrega do seu serviço ou produto: isso permitirá produzi-lo mais rápido e a um custo bem menor para cada cliente adicional que comprá-lo. Quanto mais eficiente for o mecanismo para a produção em massa do produto, mais escalável você será.

Para ajudá-lo nessa tarefa, elencamos a seguir as melhores maneiras de como realizar essa escalabilidade. Confira:

Hardware como um serviço

O modelo de HaaS (Hardware as a Service) vem ganhando cada vez mais força no universo corporativo, já que permite às empresas a contratação de recursos de hardware apenas de acordo com as suas necessidades.

Assim, em vez de serem comprados computadores, impressoras, servidores e demais equipamentos de TI, esses recursos são contratados como um serviço pontual e específico, atendendo aos anseios da organização de maneira personalizada.

Terceirização de TI

A terceirização de serviços é mais uma alternativa a ser considerada na hora de escalar a sua estrutura, já que possibilita otimizar recursos como tempo, materiais e mão de obra.

Além de diminuir o desperdício e possibilitar o aumento da produção, o outsourcing de TI permite que você se concentre somente no gerenciamento dos trabalhos, transformando os custos fixos em variáveis e tendo um controle bem maior do orçamento — a empresa passa a pagar apenas pelos serviços utilizados de fato.

Na prática, você otimiza as operações e assume uma função muito mais estratégica, já que pode focar o seu trabalho e o da equipe interna de TI somente no negócio principal da empresa.

Link dedicado de internet

Se o acesso à internet é um fator crítico para o sucesso do seu negócio, considere seriamente a adoção de um link dedicado. Apesar de mais caro que uma conexão de banda larga comum, suas vantagens podem facilmente justificar o investimento.

Em um link direto, as oscilações e interferências são próximas de zero, o que garante a disponibilidade e velocidade de conexão 24 horas por dia, sete dias por semana. A simetria do transporte de dados — que separa as bandas de upload e download — faz com que o desempenho de um link de 10 Mbps, por exemplo, seja infinitamente superior ao da mesma velocidade em uma banda larga tradicional.

Outro grande diferencial do link dedicado é o suporte exclusivo para as empresas que o contratam: além da alta disponibilidade, a conexão é restabelecida rapidamente no caso de imprevistos.

Automação de processos

Tarefas repetitivas tendem a ser entediantes e improdutivas, gerando falhas que demandam ainda mais trabalho. Logo, uma TI que se pretenda escalável deve automatizar tudo o que for possível.

Além de diminuir os custos operacionais, a automação de processos cria rotinas mais ágeis, o que reduz a incidência de erros e melhora os índices de qualidade. Para começar, você pode focar a automatização em três frentes principais: os bancos de dados, os servidores e a equipe de atendimento.

Viu só como a escalabilidade em TI pode contribuir fortemente para o crescimento da sua companhia? Se você deseja ficar ainda mais informado sobre gestão e soluções de produtividade para pequenas, médias e grandes empresas, assine agora mesmo a nossa newsletter. Até o próximo artigo!