A tecnologia está avançando numa velocidade cada vez mais avassaladora e, para se manter competitivo no mercado, é fundamental saber como tirar proveito do poder e das possibilidades que ela oferece.

Do advento da eletrônica e da computação, na década de 1950, às intensas transformações que estamos presenciando, uma coisa é certa: o impacto causado na sociedade e no ambiente empresarial está sendo enorme — e até mesmo dramático.

É exatamente isso que abordaremos neste artigo, além de apresentar a maneira pela qual a transformação digital está alterando a realidade das pessoas e das empresas. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue a leitura!

Entenda, de uma vez por todas, o que é transformação digital

A maneira como nos comunicamos está cada vez mais simples, eficiente e acessível — o que facilita a relação com um vasto número de pessoas ansiosas por informação imediata. Além disso, cada pessoa quer receber essas informações no seu próprio tempo, com a opção de interagir com elas como bem entenderem.

O mundo corporativo está no centro dessa nova realidade. A maneira de se relacionar com clientes, funcionários e fornecedores está em constante transformação. Assim, todos os negócios que pretendem sobreviver a essas mudanças devem se adaptar a elas e rever seus processos.

É essa nova mentalidade perante os avanços tecnológicos que chamamos de transformação digital. Essa atitude deve ser a peça central nas estratégias de qualquer um que pretenda se manter competitivo no mercado — e isso inclui você, profissional de TI.

Descubra quais são as consequências dessa transformação

Além da grande mudança na sociedade, essa inovação produz efeitos no mercado. Com as novas tecnologias, modelos de negócios consagrados tornam-se obsoletos num piscar de olhos. Você se lembra, por exemplo, da Kodak ou da Blockbuster? Ambas naufragaram por não se adaptarem às transformações que aconteceram ao redor delas.

O filme fotográfico foi morto pela câmera digital que, por sua vez, foi praticamente dizimada pelo smartphone. Já o modelo de locação da Blockbuster foi superado pelo sistema de DVDs ilimitados que a Netflix entregava via correio — que ela própria eliminou quando mudou seu modelo de negócio para o streaming.

Você pode até olhar para esses emblemáticos exemplos e pensar que as devidas mudanças eram muito óbvias — e que grandes potências como a Kodak só pereceram por pura incompetência. Porém, as coisas não são assim tão simples.

Analise os impactos sobre o seu negócio

Conceitos como Big Data, Inteligência Artificial, Business Intelligence, Machine Learning, entre outros, são alguns dos destaques das grandes transformações atuais. Ao mesmo tempo em que podem contribuir fortemente para o seu negócio, também podem criar barreiras que, em pouco tempo, o inviabilize.

Quais são os fatores prejudiciais para a sua empresa hoje? Existe algo atrapalhando a eficiência dos atuais processos? Como você pode ver, antes mesmo de integrar o seu negócio às transformações digitais, é preciso analisar atentamente como as tecnologias vêm sendo utilizadas no ambiente empresarial.

Procure identificar todos os processos que já são feitos com a ajuda de alguma ferramenta digital — considerando desde a emissão de notas fiscais até a execução de tarefas mais complexas, como o controle das máquinas de uma grande indústria.

Desse modo, o que realmente importa é você ser capaz de verificar se essas ferramentas ainda são adequadas ou se já estão obsoletas — visto que elas precisam se integrar à base digital da companhia e produzir os melhores resultados possíveis.

Invista em ferramentas e equipamentos ideais

Ao apostar na transformação digital para se manter competitivo no mercado, serão necessários alguns investimentos. Para isso, o orçamento deve ser otimizado com a aquisição de ferramentas ideais para o seu negócio — desconsidere aqueles que não tiverem potencial de retorno em curto ou médio prazo.

Evidentemente, antes de tomar qualquer decisão, pesquise pelos melhores preços e condições. Hoje em dia, é essencial contar, por exemplo, com serviços de armazenamento na nuvem. Atente-se ainda à longevidade dessas ferramentas: elas não podem ficar ultrapassadas em pouco tempo.

Por isso, uma boa pedida é trocar a posse pela experiência. Assim como é raro alguém comprar um CD para ouvir música — basta ver o sucesso de serviços como o Spotify —, pode ser mais vantajoso pagar pelo software como um serviço de assinatura em vez de comprar uma licença de uso.

Da mesma maneira, calcule os benefícios de alugar as máquinas que você precisa: existem vários custos envolvidos nas aquisições que não são considerados. Ao alugar um equipamento, você não precisa pagar manutenção, impostos e seguro, por exemplo.

Vale a pena avaliar também a possibilidade do outsourcing (terceirização) de determinados serviços: essa prática permite que os gestores e gerentes não se preocupem mais com questões operacionais, focando somente nos negócios e agilizando suas decisões.

Investir em fornecedores que já trabalhem com a transformação digital pode ser uma excelente opção para alavancar rapidamente os negócios da sua empresa e acelerar os processos.

Revolucione a sua empresa e seja destaque no seu setor

Jamais subestime a força dos canais digitais, pois atualmente eles são imprescindíveis no relacionamento com os clientes. No entanto, não pense que ter um site ou um perfil nas redes sociais do momento é o suficiente. Sua empresa precisa oferecer canais de comunicação em que o público consiga, de fato, interagir com a marca.

Tudo deve ser feito de maneira que a empresa e os clientes se identifiquem mutuamente, o que aumenta a confiabilidade. Estar ausente do ambiente digital representa uma lacuna no relacionamento com o seu público e diminui a sua competitividade no mercado.

Por outro lado, uma presença online sólida e eficiente transmite disponibilidade, responsabilidade e várias outras qualidades que o público aprecia. Essa prática fará com que sua empresa se destaque entre as demais do mesmo setor.

Para se comunicar com a sua audiência da melhor maneira, é fundamental que sua empresa também esteja conectada. Além das vantagens que já mencionamos, os canais digitais possibilitam que você analise o comportamento dos consumidores. Ao combinar o Big Data com o Business Intelligence, por exemplo, é possível obter informações valiosas que podem revolucionar o seu negócio.

Gostou das nossas dicas? Que tal colocá-las em prática agora mesmo para se manter competitivo no mercado? Aproveite e compartilhe este artigo em suas redes sociais. Quanto mais pessoas tiverem essa mentalidade na sua empresa, mais fácil será implementar novas ideias!