O que é a ISO 9001:2015

Se você procura fornecedores de hardware, uma boa ideia é começar eliminando da lista todos os candidatos sem a certificação ISO 9001:2015.

A ISO 9001:2015 é um certificado de gerenciamento de qualidade concedido pela Organização Internacional de Padronização (ISO, na sigla em inglês). É um indicador importante de que os produtos são seguros, confiáveis e de boa qualidade. Ele também assegura que o serviço atende às demandas dos consumidores de forma consistente.

A escolha de fornecedores de hardware é uma das decisões mais críticas da empresa. Afinal, os processos e a produtividade do seu negócio serão diretamente afetados pelos equipamentos. Daí a necessidade de uma validação externa e objetiva de que o fornecedor é bem administrado.

Neste texto você vai entender melhor o que é a ISO 9001:2015, para que serve, quais mudanças recentes ela sofreu e os benefícios trazidos por uma parceria com fornecedores certificados.

O que é a ISO?

A Organização Internacional de Padronização (ISO), sediada em Genebra, na Suíça, foi fundada em 1947. É um órgão internacional independente, reconhecido mundialmente, que desenvolve padrões de qualidade aos quais as empresas aderem de forma voluntária.

Alguns padrões ISO são muito famosos e fazem parte do cotidiano das pessoas. Um deles é a extensão .iso de imagens de CD. Outro é o “ISO da câmera”, usado por fotógrafos para regular a sensibilidade à luz.

O que é a ISO 9001:2015: Como receber?

Para conquistar uma certificação ISO 9001:2015, um fornecedor precisa desenvolver um sistema de processos repetíveis que assegura que:

  • todos os aspectos do projeto são consistentes e completos;
  • todos os problemas estão adequadamente identificados, prevenidos ou resolvidos;
  • os processos fornecem orientações para melhorar o fluxo de trabalho e a precisão.

Quais são as mudanças recentes na ISO 9001?

Os padrões da ISO estão em constante evolução, refletindo o aprendizado das indústrias e as mudanças em tecnologia e comportamento. A versão 2015 da ISO 9001 substituiu a de 2008, e podemos esperar uma nova atualização por volta de 2022.

A ISO 9001:2015 consiste de dez cláusulas (ou capítulos), com a maior parte das diferenças em relação a 2008 localizadas a partir da quarta (“contexto da organização”). De forma resumida, as principais mudanças foram as seguintes:

Responsabilidade no topo do organograma

O sistema de controle de qualidade (QMS, na sigla em inglês) passou a ser de responsabilidade da liderança da organização, e não mais de um “representante da gerência” como era no texto de 2008. A gestão deve também assegurar que os objetivos e políticas de qualidade estejam alinhados à direção estratégica da empresa.

Como vimos, a liderança deve ainda definir o “contexto da organização” — os fatores internos e externos relevantes à estratégia da empresa e à sua política de qualidade. Isso significa levar em conta as necessidades e expectativas das partes interessadas nas atividades do negócio. A empresa precisa mostrar que entende e responde às expectativas de todos os envolvidos.

PDCA e definição de riscos

O modelo Planejar, Fazer, Checar, Agir (PDCA, na sigla em inglês) ficou mais explícito. A ISO 9001:2015 pede às empresas para definirem seus processos, determinarem interações e as gerenciarem por meio desse ciclo de quatro etapas.

Além disso, o que era chamado de “ações preventivas” foi substituído pelo “pensamento baseado em riscos” (risk-based thinking). A empresa deve identificar riscos e oportunidades e definir ações para enfrentá-los.

Controle de mudanças

As mudanças no QMS devem ser feitas de forma planejada, com documentação das alterações e das aprovações. Elas também precisam levar em conta potenciais riscos antes de serem implementadas.

Documentação do conhecimento

O conhecimento organizacional é obtido ao longo de anos de experiência e raramente registrado. Em geral, as empresas perdem muita informação e know-how com a saída de funcionários experientes. O novo certificado enfatiza a necessidade de documentar as práticas e conhecimentos necessários para operar conforme os padrões.

Como a ISO 9001:2015 ajuda o fornecedor a prestar serviços melhores?

A ISO 9001:2015 é um certificado voluntário e envolve cumprimento de regras por parte da liderança da empresa (e não apenas dos funcionários). Portanto, é um sinal bem convincente de que a administração do fornecedor leva a qualidade muito a sério e investe tempo e esforço para entregar produtos e serviços confiáveis de forma consistente.

Além disso, os padrões requerem que o negócio identifique formas de avaliar e melhorar seus processos de forma constante e planeje táticas de enfrentar riscos e problemas. Quem tem a certificação está sempre se programando para entregar o melhor serviço de maneira eficiente.

Quais benefícios são trazidos por uma parceria com fornecedores que têm ISO 9001:2015?

Qualidade consistente

Como os padrões da ISO 9001:2015 requerem fluxos de trabalho e protocolos repetíveis, os clientes ficam assegurados de que a consistência será mantida no produto final. Variações entre uma encomenda e outra são mínimas.

Entrega ágil

Um fornecedor com ISO 9001:2015 é eficiente o bastante para entregar o que você precisa dentro do prazo. Menos erros, retrabalhos e re-entregas dão ao seu negócio uma vantagem competitiva, melhores resultados e mais lucratividade.

Mais satisfação dos consumidores

Uma vez que seu produto ou serviço final será feito com equipamentos de um fornecedor certificado, o trabalho da sua empresa também será mais robusto, confiável e capaz de cumprir regulamentos ou padrões da indústria. Isso aumenta a confiança dos clientes e a lealdade à sua marca.

Melhora contínua

Todo fornecedor certificado pela ISO 9001:2015 precisa conduzir auditorias para garantir que os processos, procedimentos e políticas estão em bom desempenho. Isso permite a ele monitorar e avaliar cada fase da produção e se adaptar a inovações tecnológicas, ajudando a estabelecer uma cultura abrangente de melhoramento contínuo.

Resultados comprovados

A ISO 9001:2015 não é um prêmio tipo o Oscar, que alguém recebe uma vez e fica com ele para sempre. As empresas certificadas são auditadas regularmente para garantir que continuarão a entregar um serviço da melhor qualidade, por isso, podem perder o selo se forem reprovadas na inspeção.

Tornar-se um fornecedor certificado pela ISO 9001:2015 é uma tarefa ambiciosa, que requer investimentos significativos de tempo e dinheiro e ainda um compromisso constante em cumprir as regras. Se o fornecedor que você procura tem essa certificação, pode apostar que é um negócio dedicado a manter elevados padrões em qualidade.

Achou este texto interessante e quer conversar com um fornecedor certificado? Então entre em contato com a gente, vamos falar sobre como o seu negócio pode ter acesso aos melhores serviços na área de TI.